The Midnight Gospel é o melhor lançamento do ano por fazer algo simples: conversar

No fim de Abril, a Netflix lançou uma animação que chegou sem um grande alarde: The Midnight Gospel. Produzido por Pendleton Ward (Hora de Aventura), a série parecia ser mais uma animação de humor ácido, no entanto a carga emocional e reflexiva da produção surpreendeu muita gente.

Quem está querendo ver a série esperando que ela seja no estilo de Rick e Morty já pode jogar essa ideia fora. The Midnight Gospel é uma produção singular e para mim, é o melhor lançamento do ano por fazer algo tão simples e necessário: conversar.

Se você sofre com algum transtorno psicológico então sabe o quanto é importante poder conversar com alguém. Conversar é a base da terapia, é na conversa que refletimos e ponderamos sobre nós mesmos.

A única coisa que a série exige é que o telespectador tenha uma mente aberta e esteja disposto a debater temas obscuros de forma natural. The Midnight Gospel possui classificação +18 exatamente por essas discussões.

midnight gospel

Você é convidado a conversar de forma fluida e límpida sobre temas bastante densos. Saiba que a cada minuto você vai se sentir como se sua percepção de mundo se expandisse.

Depois de assistir, você pode achar até um insulto comparar The Midnight Gospel com Rick e Morty. A série é muito mais que isso e não se compara a nada já feito até aqui, embora lembre um pouco Bojack Horseman (me julguem), mas usando uma perspectiva bem mais positiva.

5 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s