marilyn monroe borderline

A eterna agonia de Marilyn Monroe, sua polêmica morte e a suposta borderline

Norma Jeane Mortenson, ou Marilyn Monroe, foi e ainda é um dos maiores símbolos sexuais que esse mundo já teve. No entanto, todo o glamour camufla a história de uma mulher angustiada, instável, e acima de tudo, intensa.

Monroe ficou famosa após papéis icônicos em filmes cômicos, mas sua personalidade se opõe ao seu trabalho. Ela era vista como uma pessoa de ego singular e tinha como características marcantes, a carência, a instabilidade, os comportamentos autodestrutivos e a sexualidade fluida. Tais traços moldaram o diagnóstico de personalidade limítrofe por parte de psiquiatras.

Falaremos aqui um pouco sobre Marilyn Monroe, abordando principalmente sua personalidade distinta e seu suposto diagnóstico de Borderline.

marilyn monroe borderline

O início e a intensidade de Monroe

Marilyn Monroe nasceu no ano de 1926 em Los Angeles e passou os primeiros anos de sua vida oscilando entre lares adotivos e orfanatos. Gladys, sua mãe, tinha muita dificuldade financeira e emocional para criar a menina, ainda mais sendo que a identidade de seu pai biológico seja desconhecida. Menos de dez anos após o nascimento de Marilyn, sua mãe foi diagnosticada com esquizofrenia paranoide e ficando internada, teve apenas contato esporádico com a filha.

Monroe se casou precocemente aos 16 anos com Jim Dougherty. Desde a infância almejou ser artista, ela começou posando para fotos, fez curtas e após papeis pequenos, assinou contrato com a FOX, tendo seu primeiro grande filme em 1951.

marilyn monroe morte

A atriz rapidamente se tornou um ícone e passou a ser o assunto preferido da mídia. De cara o mundo se escandalizou ao saber que Monroe havia posado nua antes de fazer os filmes, no entanto o assunto serviu para gerar ainda mais popularidade para a atriz.

As polêmicas sobre a vida privada de Marilyn Monroe cresciam na mesma proporção de sua fama. Sua constante luta contra o vício, a depressão e a ansiedade se tornou assunto popular.

Os relacionamentos

Monroe era uma pessoa de sexualidade fluida, talvez a característica mais marcante de sua vida seja a tensão sexual que a atriz carrega. Entretanto, ao mesmo tempo em que se mostrava sedutora e envolvente ao ponto de ser infiel, Marilyn tinha uma dependência emocional forte com seus amores.

Entre os casamentos da atriz aconteceram diversos casos de infidelidade, muitos deles públicos e escandalosos. Monroe foi casada com Arthur Miller, e teve casos com Yves Montand e Tony Curtis, sendo que esse último jurou que a atriz estava grávida dele e não do marido. De fato ela havia engravidado, no entanto acabou sofrendo um aborto espontâneo.

marilyn monroe gorda

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s